segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

5 comentários:

  1. Aaaah meu santo... Marco Mastronelli... truqueiro de primeira. Sempre enfeitando a verdade com muitos fatos de ficção. Seu nome, Marco Pollox, é muito melhor que Mastronelli diga-se de passagem. A entrevista é puro delírio! Falar que fez todos aqueles trabalhos no exterior, e em todos aqueles países, é só mais um dos delírios de Marquinhos. Sem dúvida, tão surto quanto maquiar o currículo, é dizer que fez teatro com feras como Alexandre Frota, Caetano Zonaro (rs!), e Taiguara (esse, de todos que se expuseram em realities, ficou nos devendo a vara exposta, né? :( ). Ah, Marquinhos... Outro fato impordoável é ele esconder sua carreira em pornô soft: tem tantas fotos, muiiiiiiito melhores que essas da G, do Marquinhos duro, pegando umas gostosinhas siliconadas, e fingindo estar fodendo. Se Marquinhos tivesse parado com essa mentira de "a primeira vez ereto só na G", eu até faria uma vaquinha pra mandar dinheiro pra ele. E ele precisa pois a última notícia é que estava morando de favor na casa de uma transex (óbvio que a imprensa marrom ressaltaria esse detalhe por maldade pra querer dar a entender que ele leva na bunda pra "pagar" pelo aluguel). Cheguei a vê-lo fazendo uma ponta numa série americana, mas isso não significa nada.

    Mas chega de falar das peripécias de Marquinhos e vamos ao ensaio: tenebroso. Será que pagaram muito e tiveram de que economizar no orçamento das fotos? Dúvido! Dúvido que ganhou muito e dúvido que tinha orçamento! Ahahahah! Se me falassem que a revista era a National Geographic eu acreditaria: a juba do leão está enorme. Que cabelo feio do carai, hein? Me distraiu muito. Bunda ele até tem, mas é muito músculo pra pouco pinto. Aquilo ali é um pintico. E o pior: NEM FICA DURO EM PÉ! Marquinhos... pqp! Para com a bomba! A única foto realmente boa é dele na rede com a rola pro lado... dá a impressão de ser mais grossa do que é na realidade.

    Coitado do Mastronelli... saiu na Íntima e deram calote nele. Aí saiu na G, e ele deu calote na gente: faltou pinto e noção (cortesia de cortar de graça em salão de gente sem bom senso!).

    Brasil: que ensaio é esse?

    Mas a grande pérola é o fetiche/fantasia confessado: ele gosta de segurar xixi. AHAHAHHA! Força tanto pra ser chique, veste terno, fala de viagens internacionais, mais aí vai e conta uma fantasia (realizada) de chuva dourada! Teria sido mais bonito um ensaio dele em uma banheira com água cor de ouro... faria as imaginações pegarem fogo!

    Abraço pro nosso querido Peu por adicionar a entrevista! Foi o momento mais mastercard da G Magazine que eu já vi!

    ResponderExcluir
  2. Coitado do Mastronelli! Hahahahaha
    Adorei o comentário e ao mesmo tempo te achei muito venosa hein Koto?! hahahahahaha
    Sobre o ensaio dele para as lentes da G, achei ok. Eu já vi cenas pornô dele e adorei saber mais informações!
    Obrigado pelo comentário, Koto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peu,

      Não precisa me agradecer pelo comentário. Os agradecimentos quem tinha que receber é você de todos os vistantes (eu incluído) que passam aqui pra manjar os compadres sem roupa.

      Sobre o comentário, não achei que fui cruel, só falei os fatos que o Mastronelli sempre escondeu: que as aventuras dele no exterior são mais isso mesmo, aventuras, do que glamour. Ele é fingido pra KCT e o feioso do Frota mesmo falava disso na Casa dos Artistas (inclusive dizendo nome dos locais onde o Mastronelli emprestava roupa pra aparecer na TV). O Supla também riu demais da cara dele, e na cara dele literalmente, quando o Marquinhos se gabava de ter sido o "Homem do ano" da revista Playgirl. Não dá pra se gabar de ter sido eleito melhor capa, mas esconder todos os pornôs que fez pro canal a cabo da revista. E quando ele falou que era montagem e ia processar todo mundo, inclusive o google? Cara mó babaca. Sou da seguinte opinião: fez? Assuma e todos te aplaudirão. Ele fez sexo simulado pelado e posou nu várias vezes... e daí? Não roubou nada e fez sem ser obrigado. Então que assuma! Ser fingido é o que irrita.

      Não me incomodo quando se espantam com minha franqueza. A maioria da população brasileira é falsinha. Pensa até pior, mas não fala. Eu pelo menos só tou falando de fatos verídicos. Mas uma coisa que eu não gosto, é do fato de vc ter referido a mim hoje, em dois posts diferentes, no feminino. Não sou do tipo que disfarça que pega homem... pego mesmo. Até eu me espanto com a quantidade de cara que é afim de mim! Mas não é pq eu fico também com homem que eu deixe de ser do gênero masculino. Sei que uma parcela da população gay gosta de se tratar como "garotas", no feminino, etc. Mas tem que ter cautela pois não é legal generalizar... É 2018, a gente luta pra entenderem que homem que fica com outro homem não deixa de ser um homem normal, e daí vem a galera que faz parte do mesmo grupo mas reforça esterótipos arcaicos. Tudo bem quem curte, mas não são todos que gostam, e não é pq fica com homem que seja "venenosA".

      Excluir
    2. Peu,

      Não precisa me agradecer pelo comentário. Os agradecimentos quem tinha que receber é você de todos os vistantes (eu incluído) que passam aqui pra manjar os compadres sem roupa.

      Sobre o comentário, não achei que fui cruel, só falei os fatos que o Mastronelli sempre escondeu: que as aventuras dele no exterior são mais isso mesmo, aventuras, do que glamour. Ele é fingido pra KCT e o feioso do Frota mesmo falava disso na Casa dos Artistas (inclusive dizendo nome dos locais onde o Mastronelli emprestava roupa pra aparecer na TV). O Supla também riu demais da cara dele, e na cara dele literalmente, quando o Marquinhos se gabava de ter sido o "Homem do ano" da revista Playgirl. Não dá pra se gabar de ter sido eleito melhor capa, mas esconder todos os pornôs que fez pro canal a cabo da revista. E quando ele falou que era montagem e ia processar todo mundo, inclusive o google? Cara mó babaca. Sou da seguinte opinião: fez? Assuma e todos te aplaudirão. Ele fez sexo simulado pelado e posou nu várias vezes... e daí? Não roubou nada e fez sem ser obrigado. Então que assuma! Ser fingido é o que irrita.

      Não me incomodo quando se espantam com minha franqueza. A maioria da população brasileira é falsinha. Pensa até pior, mas não fala. Eu pelo menos só tou falando de fatos verídicos. Mas uma coisa que eu não gosto, é do fato de vc ter referido a mim hoje, em dois posts diferentes, no feminino. Não sou do tipo que disfarça que pega homem... pego mesmo. Até eu me espanto com a quantidade de cara que é afim de mim! Mas não é pq eu fico também com homem que eu deixe de ser do gênero masculino. Sei que uma parcela da população gay gosta de se tratar como "garotas", no feminino, etc. Mas tem que ter cautela pois não é legal generalizar... É 2018, a gente luta pra entenderem que homem que fica com outro homem não deixa de ser um homem normal, e daí vem a galera que faz parte do mesmo grupo mas reforça esterótipos arcaicos. Tudo bem quem curte, mas não são todos que gostam, e não é pq fica com homem que seja "venenosA".

      Excluir
  3. Olá Koto, é força do hábito, perdão!!!
    Também sou macho (homem) e gosto de se refiram a mim como homem! Apenas fiz uma brincadeir (sem graça) no comentário, para descontrair e prometo me policiar para não repetir tal ato.
    Sobre sua opinião sobre o Mastronelli, concordo mais uma vez... Se o cara posou nu, fez pornô por tabela ou não, sou de opinião que o cabra deve assumir seus atos.
    E sobre agradecer os comentários, o faço pois acho todos legais, ainda mais pelo fato de você fazê-los de maneira tão autêntica e verdadeira.
    Mais uma vez peço desculpas e despeço-me.
    Abraço Koto.

    ResponderExcluir